Google+ Badge

Google+ Followers

Se você procura um serviço de tradução português-espanhol profissional e de máxima qualidade, podemos ajudar-lhe...

sexta-feira, 23 de julho de 2010

LEAN LIFE


FAZ COMO UM MONGE ZEN


De seu jeito, os monges zens (budistas) são exitosos.
Provas científicas têm demonstrado que são quem possuem os menores índices de estresse e ansiedade,
que são capazes de executar tarefas consideradas impossíveis para um ser humano, que são capazes de
dominar os reflexos e os atos involuntários do corpo como os latidos do coração.
Como fazer para que, como empreendedor e homem de negócios, te transformes num monge zen
sem ser-lo, e lotes de sucesso tua vida?


● Faz uma coisa cada vez.

Um provérbio Zen diz “quando caminhes, caminha. Quando comas come”.
No escritório ...quantas vezes fazes duas ou mais coisas ao mesmo tempo?
E quantas vezes tem ufanado disso, como se fosse uma proeza?
Não é uma proeza, é um sinal de ineficiência porque nenhumas dessas coisas estarão bem feitas.
O que seja, faz-lo devagar e com propósito.
Tuas ações deverão ser razoadas e realizadas com pausa, assim ganharás em concentração.
Não glorifiques a debilidade e a lentidão, glorifica a qualidade.
O que faças, faz-lo bem.

● O que seja, faz-lo de forma plena.

Centra tua mente na tarefa e termina antes de passar à seguinte.
Não deixes coisas sem terminar.
Se algo fica inacabado, começa a seguinte jornada com essa tarefa e não a deixes até terminar-la.

● Faz menos.

Isto não significa que seja preguiçoso senão que faças o justo para fazer bem tuas tarefas.
Agregar movimentos, palavras ou gestos de mais, só provocam ineficiências.
Agregar mais reuniões, ou entendê-las sem necessidade, só refletem desordem mental.
Estamos lotados de excessos, esbanjo e desperdícios.
Tem olhado quantas palavras usas para responder uma consulta por telefone,
quando poderias usar somente uma?

● Espaça as tarefas.

Dispor de tempo entre tarefas te ajudará a te concentrar nelas e te facilitará completar-las.
Ademais, te concederão preciosos minutos para ti.
Uma programação relaxada te ajudará a fazer bem as coisas e a viver tua vida, não teu trabalho.

● Desenvolve rituais.
Os monges Zen têm seus próprios rituais para as tarefas que realizam, desde comer a limpar ou meditar.
Você também desenvolva ritual, será teu suporte.
Não te esqueças que o líder se reconhece pelos rituais que emprega e que fazem que se os siga.
Um ritual muito importante é que ao chegar a tua oficina cumprimentes a todo mundo e recorras tuas
instalações preocupando-te por teu pessoal.

● Dedica tempo para certas tarefas.

Há tarefas diárias que requerem um horário específico.
Determina o tempo para o asseio, para trabalhar, para limpar ou para comer.
Isto assegura que as tarefas sejam realizadas regularmente.
Se para você uma tarefa tem a importância suficiente para se realizar com regularidade,
destina o tempo necessário.

● Dedica tempo a isolar-te.

Uma parte fundamental da vida do monge Zen é a meditação sentada (zazen);
você deve fazer o mesmo.
Escolhe um tempo e um lugar para isolar-te nesse lapso procede a esvaziar tua mente.
Isso se chama meditar.
Também fazer exercício pode ser uma boa prática para centrar-se num mesmo;
em geral, qualquer atividade pode ajudar a encontrar-te, se é que estás cômodo nela.

● Sorri e ajuda aos demais.

Os monges Zens dedicam parte de seu dia ao serviço aos demais; isto ensina humildade e afasta
o egoísmo de suas vidas que se orientam ao serviço.
De igual forma sorrir e ser amável com todo o mundo ajuda a melhorar a vida dos que te rodeiam.
Incluso considera unir-te ao trabalho voluntário de caridade.

● Faz que limpar ou cozinhar sejam parte da meditação.

Ademais da meditação zazen, limpar e cozinhar são partes importantes do dia dum monge Zen.
Você também deve dedicar parte de teu tempo a fazer coisas consideradas humildes.
Se para você são aborrecidas, intenta te concentrar nelas, faz-las pausada e plenamente;
enxergarás que teu dia trocará plenamente, tua casa estará mais limpa, e tua atitude e comportamento
trocaram.

● Pensa que é necessário.

Há muito pouco na vida dum monge Zen que não seja necessário.
Em seu armário não há prendas exclusivas, nem muitos sapatos, nada de instrumentos tecnológicos,
carros ou comida fast-food (sua dieta é vegetariana).
Não é necessário viver como um monge Zen, porém nos têm que servir para lembrar que há muitas coisas
na vida que não são necessárias, e é interessante pensar que necessitamos realmente em nossa vida e
que coisas são necessárias. Enchemos-nos de coisas para que os demais as vejam, e acreditamos que com
isto ganhamos sua admiração e respeito.
Tem-te perguntado que passa por sua mente quando olham nossas mostras de esbanjo?
Tem-te visto no espelho nesses momentos?

● Vive de forma singela.

É o corolário da regra 11: se não é necessário, podes viver sem elas.
Liberta-te daquilo que não seja necessário ou essencial; para cada um, isto será diferente
(família, leitura, exercício, trabalho, carro, etc.).
Decide que é o mais importante para você e faz-lhe espaço em tua vida eliminando o que não seja essencial.
Não sejas vaidoso, que o único que perde com isto é você.
Sabes que o homem mais rico do mundo vive numa casa confortável, sem maiores luxos, e viaja
num carro antigo?

HAZ COMO UN MONJE ZEN (espanhol)
A su manera, los monjes zen (budistas) son exitosos.
Pruebas científicas han demostrados que son quienes tienen los menores índices de estrés y ansiedad,
que son capaces de ejecutar tareas consideradas imposibles para un ser humano, que son capaces de
dominar los reflejos y los actos involuntarios del cuerpo como los latidos del corazón.
¿Cómo hacer para que, como emprendedor y hombre de negocio, te transformes en un monje zen sin serlo,
y llenes de éxitos tu vida?


● Haz una cosa cada vez.

Un proverbio Zen dice “cuando camines, camina. Cuando comas, come”.
En la oficina ¿cuántas veces haces dos o más cosas al mismo tiempo?
¿Y cuántas veces te has ufanado de ello, como si fuera una proeza?
No es una proeza, es una señal de ineficiencia porque ninguna de esas cosas estarán bien hechas.
Lo que sea, hazlo pausadamente y con propósito.
Tus acciones deberán ser razonadas y realizadas con pausa, así ganarás en concentración.
No glorifiques la flojera y la lentitud, glorifica la calidad.
Lo que hagas, hazlo bien.

● Lo que sea, hazlo de forma plena.

Centra tu mente en la tarea y complétala antes de pasar a la siguiente.
No dejes cosas sin terminar.
Si algo queda inacabado, comienza la siguiente jornada con esa tarea y no la dejes hasta terminarla.

● Haz menos.

Esto no significa que seas perezoso sino que hagas lo justo para hacer bien tus tareas.
Agregar movimientos o palabras o gestos de más, sólo provocan ineficiencias.
Agregar más reuniones, o alargarlas innecesariamente, sólo reflejan desorden mental.
Estamos llenos de excesos y derroches y desperdicios.
¿Te has fijado cuántas palabras usas para responder una consulta por teléfono,
cuando podrías usar solamente una?

● Espacia las tareas.

Disponer de tiempo entre tareas te ayudará a concentrarte en ellas y te facilitará completarlas.
Además, te regalarán preciosos minutos para ti.
Una programación relajada te ayudará a hacer bien las cosas y a vivir tu vida, no tu trabajo.

● Desarrolla rituales.

Los monjes Zen tienes sus propios rituales para las tareas que realizan, desde comer a limpiar o meditar.
Tú también desarrolla rituales, serán tu soporte.
No te olvides que el líder se reconoce por los rituales que emplea y que hacen que se los siga.
Un ritual muy importante es que al llegar a tu oficina saludes a todo el mundo y recorras tus
instalaciones preocupándote por tu personal.

● Asigna tiempo para ciertas tareas.

Hay tareas diarias que requieren un horario específico.
Determina el tiempo para el aseo, para trabajar, para limpiar o para comer.
Esto asegura que las tareas sean realizadas regularmente.
Si para ti una tarea tiene la importancia suficiente para realizarse con regularidad,
asígnale el tiempo necesario.

● Dedica tiempo a aislarte.

Una parte fundamental de la vida del monje Zen es la meditación sentado (zazen);
tú debes hacer lo mismo.
Elige un tiempo y un lugar para aislarte y en ese lapso dedícate a vaciar tu mente.
Eso se llama meditar.
También el hacer ejercicio puede ser una buena práctica para centrarse en uno mismo;
en general, cualquier actividad puede ayudar a encontrarte, si es que estás cómodo en ella.

● Sonríe y ayuda a los demás.

Los monjes Zen dedican parte de su día al servicio a los demás; esto enseña humildad y aleja
el egoísmo de sus vidas que se orientan al servicio.
De igual forma sonreír y ser amable con todo el mundo ayuda a mejorar la vida de los que te rodean.
Incluso considera unirte al trabajo voluntario de caridad.

● Haz que limpiar o cocinar sean parte de la meditación.

Además de la meditación zazen, limpiar y cocinar son partes importantes del día de un monje Zen.
Tu también debe dedicar parte de tu tiempo a hacer cosas consideradas humildes.
Si para ti son aburridas, intenta concentrarte en ellas, hazlas pausada y plenamente;
verás que tu día cambiara plenamente, tu casa estará más limpia, y tu actitud y comportamiento
cambiarán.

● Piensa qué es necesario.

Hay muy poco en la vida de un monje Zen que no sea necesario.
En su armario no hay prendas exclusivas, ni muchos zapatos, nada de instrumentos tecnológicos,
coches o comida basura (su dieta es vegetariana).
No es necesario vivir como un monje Zen pero nos tiene que servir para recordar que hay muchas cosas
en la vida que no son necesarias, y es interesante pensar qué necesitamos realmente en nuestra vida y
qué cosas son necesarias. Nos llenamos de cosas para que los demás las vean, y creemos que con ello
ganamos su admiración y respeto.
¿Te has preguntado qué pasa por su mente cuando ven nuestras muestras de derroche?
¿Te has visto en el espejo en esos momentos?

● Vive de forma sencilla.

Es el corolario de la regla 11: si no es necesario, puedes vivir sin ellas.
Libérate de aquello que no sea necesario o esencial; para cada uno, esto será diferente
(familia, lectura, ejercicio, trabajo, automóvil, etc.).
Decide que es lo más importante para ti y hazle hueco en tu vida eliminando lo que no sea esencial.
No seas vanidoso, que el único que pierde con ello eres tú.
¿Sabes que el hombre más rico del mundo vive en una casa confortable, sin mayores lujos, y anda en
un vehículo ya antiguo?
Se procura um serviço de máxima qualidade e profissionalidade, podemos ajudar-lhe